Papa criará 20 novos cardeais em fevereiro.

A Igreja ganhará no próximo dia 14 de fevereiro 20 novos cardeais. A nomeação reforça a presença das ‘periferias’ da Igreja Católica no Colégio Cardinalício. Esse critério de universalidade foi destacado pelo diretor da Sala de Imprensa, Federico Lombardi, em comunicado sobre a nomeação dos novos cardeais.

"O critério que guiou o Papa na escolha destes novos cardeais, o da universalidade: com efeito, entre eleitores e eméritos, são 14 as nações de proveniência dos eleitores, seis não tinham um cardeal ou nunca o tinham tido, como Cabo Verde, Tonga e Myanmar, ou então se trata de comunidades eclesiais pequenas ou em situações de minoria", assinalou. "Confirma-se que o Papa não se considera vinculado à tradição das 'sede cardinalícias', centradas por razões históricas em alguns países, e que fazia com que o cardinalato fosse considerado quase 'automaticamente' ligado a essas sedes", acrescentou.

Após a recitação da oração do Ângelus, neste domingo, 4, na Praça de São Pedro, Papa Francisco falou sobre o que representam os cardeais para a Igreja.

“No próximo dia 14 de fevereiro terei a alegria de levar a cabo um consistório, durante o qual vou nomear 15 novos cardeais, os quais, provenientes de 14 nações de todos os continentes, manifestam o laço inquebrável entre a Igreja de Roma e as Igrejas particulares presentes no mundo”, disse o Papa.

O destaque dado pelo Papa para 15 cardeais, refere-se aos eleitores, os outros cinco cardeais que serão nomeados, por terem mais de 80 anos não terão direito a voto em um possível conclave para eleição de um papa. Sobre esses, o Santo Padre disse que os nomeou "pela sua caridade pastoral ao serviço da Santa Sé e da Igreja".

O Consistório em que serão criados os novos cardeais, será realizado depois do encontro com o Colégio Cardinalício sobre a reforma da Cúria Romana, que acontece nos dias 12 e 13 de fevereiro. No dia 14, sábado será realizado o Consistório e no dia 15, domingo, uma missa solene, reunirá todos os cardeais. Este será o segundo Consistório do Papa Francisco.


Os 15 novos cardeais eleitores, anunciados pelo Papa são:

- Dom Manuel José Macário do Nascimento Clemente, Patriarca de Lisboa (Portugal);
- Dom Berhaneyesus Demerew Souraphiel, C.M., arcebispo de Addis Abeba (Etiópia);
- Dom John Atcherley Dew, arcebispo de Wellington (Nova Zelândia);
- Dom Edoardo Menichelli, arcebispo de Ancona-Osimo (Itália);
- Dom Pierre Nguyên Văn Nhon, arcebispo de Hanóid (Vietnã);
- Dom Alberto Suárez Inda, arcebispo de Morelia (México);
- Dom Charles Maung Bo, S.D.B., arcebispo de Yangon (Myanmar);
- Dom Francis Xavier Kriengsak Kovithavanij, arcebispo de Bangkok (Tailândia);
- Dom Francesco Montenegro, arcebispo de Agrigento (Itália);
- Dom Daniel Fernando Sturla Berhouet, S.D.B., arcebispo de Montevidéu (Uruguai);
- Dom Ricardo Blázquez Pérez, arcebispo de Valladolid (Espanha);
- Dom José Luis Lacunza Maestrojuán, O.A.R., bispo de David (Panamá);
- Dom Arlindo Gomes Furtado,  bispo de Santiago de Cabo Verde (Cabo Verde);
- Dom Soane Patita Paini Mafi, bispo de Tonga (Ilhas de Tonga);



Os 5 eméritos indicados:

- D. José de Jesus Pimiento Rodriguez, arcebispo emérito de Manizales, na Colômbia; 
- D. Luigi De Magistris, arcebispo titular de Nova, pro-penitenciário maior emérito: 
- D. Karl-Joseph Rauber, arcebispo titular de Giubaliziana, Núncio Apostólico; 
- D. Luis Hector Villalba, arcebispo emérito de Tucumán, na Argentina; 
- D. Júlio Duarte Langa, bispo emérito de Xai-Xai, em Moçambique.



O novo Cardeal mais jovem é o arcebispo de Tonga, D. Mafi, de 54 anos. Com a nomeação será o membro mais jovem do Colégio Cardinalício; enquanto que o mais idoso é D. Pimiento Rodriguez de 96 anos, arcebispo emérito de Manizales.

Atualmente, existem 110 cardeais eleitores, número que irá subir para 125 após o Consistório de fevereiro, 31 dos quais criados pelo Papa Francisco.

A partir do próximo Consistório a distribuição geográfica dos cardeais eleitores num eventual Conclave será a seguinte:

Europa – 57; 
América – 36 (17 do Norte e 19 latino-americanos); 
África – 15; 
Ásia – 14; 
Oceânia – 3.



Informações: A12
Fonte: Rádio Vaticano e Agência Ecclesia.
COMPARTILHAR:

+1

0 Response to "Papa criará 20 novos cardeais em fevereiro."

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
PORTAL IGREJA NA MÍDIA - COMUNICAÇÃO À SERVIÇO DA IGREJA.. Tecnologia do Blogger.