Felizes os perseguidos por causa da justiça.


Felizes os perseguidos por causa da justiça

A CPT Coroatá e comunidades do Território Campestre participaram da celebração da páscoa da memória do martírio do Camponês Raimundo Brechó, assassinado dia 25 de fevereiro de 2014, próximo à Comunidade Abundância, município de Timbiras.

Hoje, 25 de fevereiro, celebramos um ano da páscoa de Brechó, para fazer memó ria da vida de nosso irmão e companheiro de luta que semeou a semente que caiu em terreno bom, produzindo frutos de esperança e justiça.

Escolhemos o Evangelho de Mc 4, 1-9 para celebrar a ressurreição de nosso irmão, na certeza que a vida é a semente semeada que germina e produz frutos. Passado um ano de sua morte, aumenta nossa confiança e resistência na luta que não ficará na sombra da impunidade.

Na celebração, quando escutamos a parábola do semeador, simbolicamente recebemos as sementes que fecundam o nossa coração e depois, no ofertório, plantamos as sementes no chão, onde Brechó derramou seu sangue, formando uma corrente de compromisso pela justiça.

A presença de Brechó continua viva em nossa memória para que a justiça de Deus concretize nosso sonho de lutar pelos direitos sem jamais perder a esperança e deixar que a injustiça não tire o espírito e a coragem de continuar a peleja para enfrentar o latifúndio. Unidos, somos fortes, temos coragem. A semente que nasceu continuará viva em nossa história. Agora somos muitos com o mesmo espírito de Brechó.



















Pe. João Evangelista

Informações:
Facebook de Antônia Calisto
COMPARTILHAR:

+1

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
PORTAL IGREJA NA MÍDIA - COMUNICAÇÃO À SERVIÇO DA IGREJA.. Tecnologia do Blogger.