“A felicidade é Cristo, não um app no celular”, diz Papa Francisco.

O coração da Igreja acolheu nos últimos dias (23 a 25) o Jubileu dos Adolescentes. A capital italiana recebeu cerca de 60 mil adolescentes para as festividades, dentre elas, o encontro com Papa Francisco.

Em um de seus discursos para os adolescentes, o Papa disse que “o amor é a carteira de identidade do cristão, é o único ‘documento’ válido para sermos reconhecidos como discípulos de Jesus. Se este documento perde a validade e não for renovado, deixamos de ser testemunhas do Mestre”.

Francisco acrescentou que amar não é fácil: “é exigente e requer esforço, pois significa oferecer algo de nós mesmos: o próprio tempo, a própria amizade e as próprias capacidades. Não é o amor das novelas. É livre, porque não possui”.

O segredo para amar é Jesus, acrescentou o Papa, que oferece o dom maior, um dom para a vida: “Ele nos oferece uma amizade fiel, da qual nunca nos privará. A principal ameaça que impede de crescer como se deve é ninguém se importar conosco, é nos sentirmos deixados de lado. Ao contrário, o Senhor está sempre conosco. Ele no espera pacientemente e aguarda o nosso sim”.

A felicidade não é um 'app' no celular

Francisco falou ainda do desejo de liberdade que os adolescentes sentem. Ser livre, afirmou ele, não significa fazer aquilo que se quer, mas é o dom de poder escolher o bem: é livre quem procura aquilo que agrada a Deus, mesmo que nos obrigue a escolhas corajosas. Ser livre é saber dizer sim e não.

“Não se contentem com a mediocridade, ficando cômodos e sentados; não confiem em quem os distrai da verdadeira riqueza, dizendo que a vida só é bela se possuir bens materiais. A felicidade não tem preço, nem se comercializa; não é um ‘aplicativo’ que se baixa no celular: nem a versão mais atualizada os ajudará a torná-los livres e grandes no amor”.

"Ai dos jovens que não sabem sonhar. Se um jovem dessa idade não sonha, já está aposentado", disse acrescentando que o amor não se realiza falando dele, mas o colocando em prática! Para crescer no amor, o segredo também é o Senhor.

Treinar o amor

Mas também para amar é preciso treinamento, disse Francisco, como os campeões esportivos, começando desde já com empenho e afinco. Como programa diário desse treinamento, o Papa sugeriu as obras de misericórdia.

“Assim, se tornarão campeões de vida, campeões de amor, e serão reconhecidos como discípulos de Jesus. E lhes garanto: a alegria será completa”.

Fonte: Rádio Vaticano
COMPARTILHAR:

+1

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
IGREJA NA MIDIA DE COROATÁ. Tecnologia do Blogger.

NOTÍCIAS GERAIS DA ICAR

NOTÍCIAS GERAIS DA ICAR

GRUPOS, MOVIMENTOS OU PASTORAL

GRUPOS, MOVIMENTOS OU PASTORAL

NOTÍCIAS DAS COMUNIDADES DE COROATÁ

NOTÍCIAS DAS COMUNIDADES DE COROATÁ