Papa pede que comunicadores rompam com o círculo vicioso das más notícias.

No dia de São Francisco Sales, padroeiro dos jornalistas e comunicadores católicos, o Papa Francisco divulga a sua Mensagem para o 51º Dia Mundial das Comunicações Sociais. Com o tema: "Não tenhas medo, que Eu estou contigo” (Is 43, 5) - Comunicar esperança e confiança, no nosso tempo", o Santo Padre reflete sobre a lógica atual onde as notícias negativas ganham maior destaque na mídia e em oposição a essa realidade propõe o rompimento com esse “círculo vicioso”.

Francisco propõe um “estilo comunicador aberto e criativo” que não ocupe o “papel de protagonista do mal” e que rompa com a lógica atual que diz que uma boa notícia não desperta a atenção das pessoas.

A todos queria convidar a oferecer aos homens e mulheres do nosso tempo relatos permeados pela lógica da ‘boa notícia’”, indica o Papa. 

Se a história é contada a partir de uma chave interpretativa, isto é, da forma como o comunicador percebe a realidade, e isso depende das lentes com a quais enxerga o mundo, o Papa fala sobre qual prisma um comunicador católico deve "ver" a realidade.

“Para nós, cristãos, os óculos adequados para decifrar a realidade só podem ser os da boa notícia: partir da Boa Notícia por excelência, ou seja, o ‘Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus’”, exorta Francisco.

Na Palavra de Deus, o sofrimento pelo qual passa a humanidade tem um significado mais amplo. Na Salvação apresentada pelo Pai, por meio de Seu Filho Jesus, o homem possui uma nova vida e não está sozinho. Nesse contexto, o Papa frisa o tema central da Mensagem:

’Não tenhas medo, que Eu estou contigo’ (Is 43, 5): é a palavra consoladora de um Deus desde sempre envolvido na história do seu povo. No seu Filho amado, esta promessa de Deus que assume toda a nossa fraqueza, chegando ao ponto de sofrer a nossa morte”.

Por fim, o Papa fala da esperança que deve mover o coração e a missão de um comunicador cristão: 

"A confiança na semente do Reino de Deus e na lógica da Páscoa não pode deixar de moldar também o nosso modo de comunicar. Tal confiança que nos torna capazes de atuar – nas mais variadas formas em que acontece hoje a comunicação – com a persuasão de que é possível enxergar e iluminar a boa notícia presente na realidade de cada história e no rosto de cada pessoa".

Informações: A12
COMPARTILHAR:

+1

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
PORTAL IGREJA NA MÍDIA - COMUNICAÇÃO À SERVIÇO DA IGREJA.. Tecnologia do Blogger.