A cidade que está derrotando a violência com uma “arma de alto poder de fogo”: a Adoração Eucarística Perpétua!

Quando uma paróquia adora Deus dia e noite, a cidade se transforma, declarou o pe. Patricio Hileman à Rádio Maria, da Argentina. O pe. Hileman é pároco em uma cidade mexicana que, até 2010, aparecia com destaque nos rankings mundiais da violência entre as 10 cidades mais perigosas do mundo: Ciudad Juárez, na fronteira entre o México e os Estados Unidos.
A cidade é palco de uma guerra sangrenta entre dois dos mais devastadores cartéis do tráfico de drogas em todo o planeta: o de Juárez e o de Sinaloa, este último chefiado pelo famigerado Joaquín “el Chapo” Guzmán Loera.

O PONTO DE VIRADA.

Em um cenário tão desolador, no qual facções policiais se alinhavam com os bandidos, a esperança parecia perdida. No entanto, Ciudad Juárez começou uma virada impressionante que hoje a reposiciona nos rankings da violência e a torna mais segura que várias cidades dos Estados Unidos, como Nova Orleans e Baltimore.

E o que foi que a levou a tamanha transformação? Uma “arma de altíssimo poder de fogo” passou a detonar as forças do mal na região: a Adoração Eucarística Perpétua.

Em 2013, uma paróquia solicitou com urgência que fosse aberta uma capela de Adoração Perpétua. Bastaram três dias para transformar a iniciativa em realidade.

INTERCEPTADA POR SEIS SOLDADOS ÀS 3 DA MADRUGADA.

Em sua entrevista à Rádio Maria, o pe. Hileman relata um fato arrepiante ocorrido naquele ano: com a cidade em estado de sítio, uma mulher se dirigia à capela às 3h da manhã para fazer a Hora Santa quando seis soldados a interceptaram, questionaram sua presença na rua àquela hora e duvidaram de que ela estivesse mesmo indo a uma capela quando tudo estava fechado. Ela os convidou a acompanhá-la. Ao chegarem à capela, os soldados ficaram de boca aberta ao encontrarem seis mulheres fazendo a adoração eucarística às três da manhã – e de boca mais aberta ainda quando ouviram de uma delas o seguinte:

“Você pensa que está nos protegendo? Nós estamos orando por você 24 horas por dia”.

Um dos soldados, segurando a arma, começou a chorar e caiu de joelhos diante do Santíssimo Sacramento. Na madrugada seguinte, às 3h, aquele mesmo soldado, vestido à paisana, estava de joelhos na capela, fazendo a sua hora santa diante do Santíssimo Sacramento da Eucaristia e “chorando oceanos de lágrimas“.

O PAPA FRANCISCO VISITOU A CIDADE.

Em fevereiro de 2016, durante a sua viagem apostólica ao México, o Papa Francisco foi até Ciudad Juárez e visitou um célebre presídio local, onde fez um pedido:

“Peçamos ao nosso Deus o dom da conversão, o dom das lágrimas. Sempre há tempo para mudar. Sempre há uma saída e uma oportunidade. Sempre é tempo para implorar a misericórdia do Pai”.

 
Informações: Aleteia
COMPARTILHAR:

+1

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
IGREJA NA MIDIA DE COROATÁ. Imagens de tema por Maliketh. Tecnologia do Blogger.

NOTÍCIAS GERAIS DA ICAR

NOTÍCIAS GERAIS DA ICAR

AGUARDEM...!

GRUPOS, MOVIMENTOS OU PASTORAL

GRUPOS, MOVIMENTOS OU PASTORAL

AGUARDEM...!

CIDADES DA DIOCESE DE COROATÁ

CIDADES DA DIOCESE DE COROATÁ

AGUARDEM...!